sexta-feira, janeiro 13, 2006

Reaproveitamento

Essa aí sou eu, na sala do meu apartamento em Juiz de Fora.
Foi feita pra matéria que a Obvio Ululante publicou.
Coloquei aqui pra vcs verem que trabalho mm com reaproveitamento. Isso tudo aí atrás é o material que utilizo, já separadim em sacolas de acordo com o tipo de tecido.
Agradeço, de novo, à Champion, que doou a maior parte desses retalhos.
Pra quem, como a Denise, não suporta bagunça, essa sala é uma festa!!!
Agora tudo está no Telelê, e precisando de arrumação. Já falei que vc tá convidada, né?

Essa foto pedi pra Michele tirar.
Essas são as fitas que ganhei da minha amiga Tânia. Ela ganhou pra mim numa loja de aviamentos, em BH.
Pedi pra Augusto sentar perto pra Orquídea e Eliane (Holanda) verem a quantidade que tenho e pra calcularem quantos cartões vai dar pra eu fazer com elas.
Fiz uns cálculos aqui e deu que consumirei tudo em 2 eterninades.
Quem achar que termino antes, deixe um recadim de ânimo pra mim. Quem achar que não vou dar conta, deixe um recadim falando sobre outra coisa, pra não me desanimar.
Fiz essa cerquinha de EVA qdo Alice inda era pititinha.A intenção era fazer uma faixa de fora a fora na parede. E era pra ser de madeira.Fiz o horrorçamento e quase caí pra trás!!!!Mas eu queria, queria e queria a cerquinha!!!Então fiz essa aí, genérica...rs.. Só não fiz pra parede toda... bateu uma pregui....
Comprei o EVA branco. O restante fiz reaproveitando pedacins que já tinha em casa.





Qdo comecei a ensinar fuxico lá no Grupo Casa, em Juiz de Fora, a gente só fazia fuxico comum. Emendava um no outro e virava, fatalmente, uma almofada.
Tentei mostrar que havia outras possibilidades, como essa aí, de emendar os fuxicos com crochê (acho que vi algo assim na página da Tania Maria, do Grupo Arte em Lixo, mas não tenho certeza...).
Fiz essa. Mostrei. Ensinei.
Ninguém quis fazer igual.
Levei como mostruário. Gostaram, mas ninguém quis aprender.
Levei pra feiras. Disseram que tava lindo, mas ninguém comprou.
Qdo fui embalar minhas coisas pra mudança dei a coitada da almofada pra.... pra.... Marcinha? Lucimar? Luzia???... Ih... onde foi parar?

Aí ganhei da Champion (confecção que tem na Rua São Mateus, lá em Juiz de Fora... Oi, Cirene! Oi, Jôse!!! Oi, d. Teresa!!, óia os retalhos de vcs aqui!!!)....
Bem... voltando à vaca-magra...
Ganhei um monte de retalhos de um tecido chamado Ponto Roma.
Nunca tinha ouvido falar num trem desses. É mais que malha, menos que elanca. Acho que vcs sabem.
Tinha cada cor linda (dá pra ver, né?).
Então fui cortando tudo em tirinhas e fiz almofadas, tapete, o cachoro Peludo e essas bolsas.
Levei e expus na Recicloteca, lá no Rio e tb usei como mostruário pra vender meu peixe.
Ficaram lindas. Foram feitas somente à mão. Forradas, com bolsinho por dentro. As alças são de um tipo de plástico, comprei na Caçula, que é mais barato.
Não fiquei com nenhuma delas. Só com uma pequenininha, bem mais simples. Se eu achar a foto, ponho aqui. Se não achar, peço pra Jane fotografar pra mim, uai. Afinal, quem tem amiga não morre sem tirar foto da bolsa.
Só mais uma coisinha: Quem fez as bolsas fui eu. Quem fotografou, foi o Edu, meu irmão. Quem me levou lá no escritório dele, pra fotografar foram a Ana Monteiro e a Regina. E quem souber como faço pra virar essa foto e colocá-la de cabeça pra cima ganha um doce!

Colcha de retalhos que a Regina fez inspirada na colcha antiga da Marise.
Os quadradins têm 10x10cm e foram todos emendados com ponto ajour.
Resgate da cultura mineira. Não é em qq lugar que se encontra um trabalho desses feito hj em dia. Só em casas de fazenda, e, mm assim, são do "tempo do onça".
Ou nalguma ONG que busque resgatar a cultura ensinando técnicas antigas.
A colcha da Marise foi parar lá em casa pra uns reparos. Tava tão usadinha que alguns dos quadrins tinham praticamente se desmanchado.
Reformei e aproveitei pra copiar.. hehehehe..


Close dos quadradins emendados com ajour.
Facim de fazer. Gostoso. E fica lindo, tb.
Se alguém quiser, eu ensino. Fazer... "jamé"!!










Esse é o avesso.
Foi feito sobre saco alvejado desfiado em quadros pra aplicação dos retalhos.
Prestando atenção dá pra fazer té sozim, sem aula nem nada....









Este é o Peludo. Feito de tiras de ponto-roma, focinhos e patas de malha, fundo de brim. Todo recheado com retalhos. Não uso como peso de porta pq a Mel e a Dorothy destroem tudo o que encontram pela frente...r.s..

Essa é a Peluda, que a Iaciara, lá de Petrópolis, fez e me deu (depois de um curso de reaproveitamento de retalhos de tecidos). É a namorada do Peludo.
Iaci inovou e colocou boca e língua na "moça". Ficou linda!


Esse cinto foi presente da Catarina pra Alice. É de lacres de refrigerante emendados com crochê.

Ganhamos uns mostruários de tecidos de sofá e o pessoal do Grupo Casa (Centro de Apoio e Solidaried´aids) bordou e transformou em bolsa.
Tá ou não tá linda???


Esse retalho (mostruário) inda não tá todo bordado (mas tirei foto assim mm).
Vai virar bolsa tb. E, tb, é arte do Grupo Casa.









11 comentários:

eliana santiago disse...

Adorei todo o seu trabalho...também faço de tudo em artesanato..se puder me envie moldes de bonecas..enviar para elianaartesanato@hotmail.com meu orkuthttp://www.orkut.com/Profile.aspx?uid=15723035420558563142

Anônimo disse...

Parabéns!!! Trabalhos lindos!!!
Fiquei encantada com a colcha de retalhos e gostaria muito de fazer,vc poderia me ensinar?
Muito agradecida, ficarei muito feliz se puder me ajudar.
Meu email: zildamperli@pop.com.br
Muito obrigada
bjos
Zilda

Fazendo Arte disse...

Olá!
Gostei muito dos trabalhos, em especial da colcha de retalhos.
Parabéns!

Anônimo disse...

Olá Junia!
Sou eu Raquel, aqui de Petópolis, a do camelo. Lembra-se de mim?
Estava eu passeando pela net quando me deparo com um conhecido camelo. Daí a encontrar seu blog foi um pulo. Tudo me trouxe muita recordação e saudades do grupo de retalhos. raquelnbento@ig.com.br

Ana Lúcia disse...

Que bom vê-la por aqui. Parabéns pelo trabalho. Um abraço.

Anônimo disse...

Ana Lúcia Gouvêia de Viçosa.

Anônimo disse...

oi meu nome é isabel eu adoro artesanato, tbem ganhei uma porção de retalhos mas não sei o que fazer uma vez q não tenho maquina gostaria de fazer tapetes almofadas tu podes me dar dicas?
Agradecida. Isabel
meu imail
beicanton@yahoo.com.br

DutchPrincess disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
DutchPrincess disse...

Passeando pela net encontrei seu blog e foi muito bom ler tudo novamente!!!

Exclui o comentário anterior porque nao conferi e ficou cheio de erros ...

Bjs
Eliane

Anônimo disse...

ola adorei a coucha de retalho sabe a 6 ano eu estava passando por uma grande dificuldade e conheci uma senhora na cidade de porciuncula rj e ela me ensinou fazer este trabalho foi ai que consegui alimentar meus filhos hoje moro em minas e nao faço porque nao vende mas se vc quiser ajuda ou vender pode me falr lindamesquita10@hotmail.com

charlene graça disse...

OI junia, so a Charlene de cabo verde, tenho a certeza q voce se lembra de mim, amei o seu trabalho aqui no blogue.
continuo fazendo artesanato, agora tou fazendo biscuit, tou amando.
no outro dia mi chamarão para da uma formação de reciclagem de pet. vou da agora em julho, para crianças de capoeira e queria te agradecer por tudo que voce mi ensinou aqui em cabo verde
gostaria de poder fala com voce mais vezes, te amo muito.
eu e fatu temos estado em contacto e ela disse q talvez tenha algum trabalho para mim.
todo o pessoal aqui de cabo verde te manda comprimentos.
volta logo q tem um espaço aqui na minha casa e no meu coração para voce, amiga.
beijos chalene graça